segunda-feira, 16 de novembro de 2009




















-
Mais uma vez as lágrimas vem, não consigo às segurar. Algumas palavras doem tanto, que se tornam "bofetões" na alma, como dói. Tudo que se quer é algo pra aliviar a dor que consome. Hoje as lágrimas descem queimando a face, rasgando o ego e destruindo os sonhos. O desespero engole toda a minha sanidade agora, eu só penso em aliviar toda essa dor, toda essa angustia.

Recolho-me a minha confusão mental e me esqueço em meio as cobertas jogadas na cama.
Vou engolindo as sensações, e posso sentir rasgarem a garganta como navalhas.

mais um clichê temperamental, mais um disturbio enigmático da minha cabeça.
talvez seja só isso que você pense sobre toda a minha dor.


- Mariane Schmitz ♥

5 comentários:

  1. ou é vidente, ou vivo muito seus textos!

    ResponderExcluir
  2. Respeoto qualquer dor, todas tem seus motivos e garanto amanhã ou depois voce irá sorrir rsrs

    bjxxx
    amo seus comentários

    ResponderExcluir
  3. Que texto lindo, gosto do jeito que você escreve, as palavras se encaixam tão perfeitamente, tão sinceras... ^^

    "Algumas palavras doem tanto, que se tornam "bofetões" na alma, como dói. Tudo que se quer é algo pra aliviar a dor que consome. " amei muito essa parte, eu me sinto assim também :/

    As palavras são tão duras as vezes, cortam tão profundamente a alma, deixando marcas incuráveis..


    Boa semana

    beeijos

    ResponderExcluir
  4. Lindo e perfeitoO esse texto, to te seguindo, dá uma passadinha lá no meu blog:
    kausensitive.blogspot.com/

    bju

    ResponderExcluir
  5. Liiiindo, Peeerfeito!
    Adorei teu modo de escrever!
    Beeijos <3

    ResponderExcluir