sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

-
eu nem sei mais do que vivo...
apenas sei porque vivo
vivo porque amo.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Amor de toda uma vida

Eu acho que o tempo foi certo para nos dizerNós faríamos nosso tempo e viveríamos nossas vidasjuntos, dia após diaNós faremos um desejo e o enviaremos em uma preceNós sabemos que os nossos sonhos podem tornar – semrealidade com o amor que nós podemos compartilhar.
Com você eu nunca perguntaria – você estará lá pormimCom você eu nunca perguntaria – você é a única certezapra mimEu finalmente encontrei o amor de toda uma vidaUm amor para durar por toda a minha vidaPara sempre no meu coração, eu finalmente encontrei oamor de toda uma vida
Com cada beijo, nosso amor se renovaE toda estrela lá em cima no céu foi feita pra mim epra vocêAmbos sabemos que a estrada é longa, mas nós sabemosque estaremos juntos, pois o nosso amor é forte
Eu finalmente encontrei o amor de toda uma vidaUm amor para durar por toda a minha vidaPara sempre no meu coraçãoEu finalmente encontrei o amor de toda uma vida
( 8 ) Firehouse - Love Of A Lifetime

domingo, 24 de fevereiro de 2008


"O que tu chamas tua paixão,
É tão somente curiosidade
E os teus desejos ferventes vão
Batendo asas na realidade.

(Manuel Bandeira)

sábado, 23 de fevereiro de 2008

Palavras

Pego caneta e papel
E me ponho a escrever
Palavras iguais
Palavras conhecidas
Cada uma expressando
O que sinto por você
São frases e versos
Triste e felizes
Um turbilhão de palavras incoerentes
Sentimentos e pensamentos
Que levam a um só ponto...
Você!


Por: Mariane Schmitz
(Todos os direitos reservados - plégio é crime!)

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008



Dentro de mim


Algo triste impera em mim agora
Eu abri meus olhos e não encontrei nada
Tudo está tão sombrio
Eu não sei como fugir.
Meu coração acuado bate devagar
Eu não consigo entender
Por quê?

A noite me parece mais fria agora
Solitária e triste
Não há horizonte quando se esta sozinha
Não há esperança quando não existe amor
E os perigos me parecem tão maiores
Que por varias vezes penso estar cercada por eles
Delírios ou certezas?

Eu disse adeus às belezas
Pois elas não nos deixam ver as tristezas
Prendem-nos em um mundo de muitas certezas
Que caem ao ver pequenas ausências.

Fechei meus olhos e tentei achar algo dentro de mim
Logo depois percebi o quão vazio era meu interior
Quando abri os olhos e olhei para fora
Já não havia mais nada para mim.

Por: Mariane Schmitz
Data: 20.10.07


(Todos os direitos reservados - plágio é crime!)

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008


O DEUS-VERME
Fator universal do transformismo.
Filho da teleológica matéria,
Na superabundância ou na miséria,
Verme - é o seu nome obscuro de batismo.
Jamais emprega o acérrimo exorcismo
Em sua diária ocupação funérea,
E vive em contubérnio com a bactéria,
Livre das roupas do antropomorfismo.
Almoça a podridão das drupas agras,
Janta hidrôpicos, rói vísceras magras
E dos defuntos novos incha a mão...
Ah! Para ele é que a carne podre fica,
E no inventário da matéria rica
Cabe aos seus filhos a maior porção!
[ Augusto dos Anjos. ]

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008


APAIXONE-SEFizeram a gente acreditar que amor mesmo, amor pra valer, só acontece uma vez, geralmente antes dos 30 anos. Não contaram pra nós que amor não é acionado, nem chega com hora marcada. Fizeram a gente acreditar que cada um de nós é a metade de uma laranja, e que a vida só ganha sentido quando encontramos a outra metade. Não contaram que já nascemos inteiros, que ninguém em nossa vida merece carregar nas costas a responsabilidade de completar o que nos falta: a gente cresce através da gente mesmo. Se estivermos em boa companhia, é só mais agradável. Fizeram a gente acreditar numa fórmula chamada dois em um: duas pessoas pensando igual, agindo igual, que era isso que funcionava. Não nos contaram que isso tem nome: anulação. Que só sendo indivíduos com personalidade própria é que poderemos ter uma relação saudável.Fizeram a gente acreditar que casamento é obrigatório e que desejos fora de hora devem ser reprimidos. Fizeram a gente acreditar que os bonitos e magros são mais amados, que os que transam pouco são caretas, que os que transam muito não são confiáveis, e que sempre haverá um chinelo velho para um pé torto. Só não disseram que existe muito mais cabeça torta do que pé torto. Fizeram a gente acreditar que só há uma fórmula de ser feliz, a mesma para todos, e os que escapam dela estão condenados à marginalidade. Não nos contaram que estas fórmulas dão errado, frustram as pessoas, são alienantes, e que podemos tentar outras alternativas. Ah, também não contaram que ninguém vai contar isso tudo pra gente. Cada um vai ter que descobrir sozinho. E aí, quando você estiver muito apaixonado por você mesmo, vai poder ser muito feliz e se apaixonar por alguém( John Lennon)

domingo, 10 de fevereiro de 2008



"Faz tempo que eu conheço o sofrimento
E desejando pelo inferno
Então eu sinto a corrente da eternidade
Terminando minha vida, mas tudo se foi.
Eu me despedi da vida mortal
Eu deixei meu sangue escorrer..."

To/Die/For