quinta-feira, 3 de dezembro de 2009





















-
' De olhos fechados tenta esquecer as dores do seu coração. Tenta acreditar em um futuro delicado e com rosas, algo perfumado ...

Que mentiras mais terá que escutar, que sonhos mais terá que maquiar?


Aos poucos deixa de viver pra sobreviver...
Consegue sentir seus sonhos escorrem por entre os dedos...


Que melodia cruel e bastarda sua alma tocará?
Quantos versos mais terá que escrever pra tentar esquecer?


Pontos... virgulas... espaço... espaço...


uma alma abstrata,
recriada e colocada pra secar.


sem lágrimas,

seca...



mórbida...



m o r t a.



- Mariane Schmitz ♥

3 comentários:

  1. Parece que as almas se comprazessem em si recriarem, se modificam todos os dias e nos enganam sobre como são escrevendo imagens diversas de si.

    Gosto de textos que se perguntam mais do que respondem, até mais moça.

    ResponderExcluir